Especialidades
 »  Podologia
 »  Medicína Dentária
 »  Nutrição
 »  Todos

Rastreio ao Pé do Diabético

Durante os meses de Novembro e Dezembro a Podomed irá ...

Ler mais ...

Pesquisa:
 As nossas Clínicas
 »  Podomed® AVIDOS
 »  Podomed® DELÃES
 »  Estarreja
 Marcação de consultas
Tlf: 252 862 066 | Tlm: 918 203 904
Horário
Seg. a Sex | 9h -12:30h; 14h-18:30h

 Problemas comuns nos pés durante as férias.
Como evitar?

Publicado na opinião especial - Jornal Opinião Pública

"As lesões nos pés são muito comuns no verão e particularmente quando vamos viajar. Com alguns simples cuidados, podemos ter a certeza de que não iremos interromper as nossas férias, tanto esperadas, com um problema nos pés.
Dependendo do local a viajar, iremos variar a roupa e o calçado. Embora alguns sapatos, chinelos, sandálias, sapatilhas possam até ser bonitos poderão não ser os mais adequados para o nosso tipo de férias, por exemplo para caminhadas. Mas por vezes tendemos a esquecer isto. Para poder visitar uma cidade, caminhar no campo, na montanha ou até à beira-mar deverá sempre utilizar calçado apropriado (bota, sapatilhas, etc.), com um bom suporte e de preferência já usados. Imagine só fazer uma caminhada de “havaianas”, de calçado raso ou apenas inadequado, poderia vir a desenvolver uma inflamação da fascia plantar (fasceíte), uma das maiores causas de dor na planta do pé e calcanhar. A primeira experiência de muitos será ao levantar da cama, pela manhã, com dor intensa na planta, obrigando a andar de “pontas”. Trata-se de um pequeno problema mas que pode ser bastante limitante, que sem tratamento adequado poderá ser difícil ver-se livre dele.
Andar descalço é bom? Sim, potencia a musculatura intrínseca do pé, aumenta a proprioceptividade, na areia relaxa, mas cuidado onde o iremos fazer. Agora imagine andar descalço em piscinas e balneários, no fundo em locais públicos, quantas dessas pessoas não terão infecções fúngicas (micoses), nos pés, nas unhas, infecções bacterianas ou víricas (verrugas). Estes pequenos seres podem permanecer adormecidos por longos períodos, em tapetes, no chão de piscinas, hotéis mesmo até nos próprios pés. Torna-se muito fácil contrair alguma destas doenças. Existem alguns passos simples que pode e deve fazer para prevenir, tais como: utilização de calçado (no mínimo chinelos), não partilhe toalhas e se é conhecedor de ter alguma destas alterações, tenha consciência.
Por falar em chinelos, o uso excessivo de calçado aberto, pode provocar desidratação da pele e fissuras no calcanhar, previna-se utilizando um bom hidratante ou consultando o seu Podologista antes de ir de férias.
Pessoas com diabetes também têm de ter especial cuidado no verão, em caso de neuropatia periférica instaurada (formigueiro, dormência, ausência de sensibilidade) deverão consultar o seu Podologista para avaliar se a alteração constitui um problema sério que esteja a colocar em risco a sua saúde e nunca ande descalço.
Aproveite as suas férias e goze a viagem, se for o caso."

Conselhos da Clínica de Podologia - PODOMED®

 

  2009-08-14 in: Publicado na opinião especial - Jornal Opinião Pública
 » Voltar à página anterior


                   Unidades Clínicas  |   Profissionais  |   Especialidades  |   Consultas  |   Contactos  |  Links úteis  |   Mapa do site webdesign