Especialidades
 »  Podologia
 »  Medicína Dentária
 »  Nutrição
 »  Todos

Rastreio ao Pé do Diabético

Durante os meses de Novembro e Dezembro a Podomed irá ...

Ler mais ...

Pesquisa:
 As nossas Clínicas
 »  Podomed® AVIDOS
 »  Podomed® DELÃES
 »  Estarreja
 Marcação de consultas
Tlf: 252 862 066 | Tlm: 918 203 904
Horário
Seg. a Sex | 9h -12:30h; 14h-18:30h

 O pé da criança
Os portugueses preocupam-se com a saúde dos seus filhos. Avaliação da saúde dos pés das crianças.

Publicado no Jornal Opinião Publica

 

"Os portugueses preocupam-se com a saúde dos seus filhos, no entanto existe ainda uma falta de conhecimento sobre a necessidade de avaliação precoce da saúde dos pés das crianças, assim como desconhecem como eleger o tipo de calçado mais apropriado para assegurar um crescimento saudável.
Os pais atentos ao crescimento das crianças preocupam-se com as alterações que surgem nos dentes, nos olhos e noutras partes do corpo, que muitas vezes se esquecem, ou passam despercebidas, as alterações no pé em desenvolvimento. O diagnóstico e o tratamento precoce do pé da criança é fundamental para assegurar um crescimento correcto e prevenir o aparecimento de alterações estruturais e funcionais em adulto. A utilização de calçado apropriado pode minimizar o risco de aparecimento deste tipo de alterações. O crescimento e desenvolvimento do pé da criança, deve ser acompanhado pelo Podologista assegurando um tratamento especializado e personalizado.
O pé humano é uma estrutura complexa e delicada, que na criança se caracteriza por ser muito maleável e sensível. Pressões anormais a actuar sobre um pé destes podem provocar deformações que se poderão manter para o resto da vida. O pé de uma criança cresce rapidamente durante o primeiro ano de vida, podendo alcançar metade do tamanho que terá em adulto.
São frequentes queixas relacionadas com desvios e posicionamento dos joelhos. Dependendo da idade, a orientação dos joelhos pode variar, em varo (“para fora”), ou em valgo (“para dentro”), em caso de quedas frequentes e desvios acentuados deverá consultar um Podologista para avaliar a situação Recomenda-se que ao sentar a criança se posicione à “chinês” e não em “W”.
Sintomas e dores nos pés em crianças não são muito comuns comparando com adultos, devido à flexibilidade e resistência dos tecidos. Embora possam surgir alterações, nomeadamente, unhas encravadas, devido a mau corte e à fragilidade ungueal, dores de crescimento inespecíficas (predomínio nocturno) ou específicas, como é o caso da doença de Sever ou apofisíte do calcâneo, que se caracteriza por dores no calcanhar, dores no joelho (Doença de Osgood-Schlatter), deformidades à nascença (pé boto). Pés que transpirem muito podem dar origem a odores desagradáveis, muito comuns na infância. O pé plano ou pé pronado, é normalmente indolor, mas pode provocar alterações no caminhar bastante desconfortáveis, especialmente agravados por excesso de peso. No inicio da infância existe uma “almofada de gordura” na planta dos pés que dá a aparência de pé plano, quando na realidade não o é. Se o pé “roda para dentro” (prona), isso sim, poderá significar alterações importantes. Grande parte desse tipo de pés poderá necessitar de tratamento ortopodológico através da utilização de ortoteses (palmilhas)."


Conselhos para a compra de sapatos para crianças:
- Deve-se medir o pé da criança a cada 3 meses (poderão necessitar de novo calçado)
- Para que um sapato sirva correctamente deverá restar a largura de um dedo, desde o pé e o fim do sapato
- A sola do sapato não deverá ser muito curvada, relativamente direita, tal como o pé
- Mecanismo de fecho simples e rápido (cordão, velcro) para que o pé não deslize dentro do sapato
- O calcanhar deverá ser seguro pelo contraforte, forte e estável (parte de trás do sapato)
- Deverá ser moderadamente maleável, mas sem dobrar em zonas que não são supostas dobrar.
- Materiais nobres (pele natural), são mais duradouros e transpiráveis (evite os sintéticos e plásticos)
- Os dedos deverão ter espaço para se movimentarem
Uma criança deverá consultar um Podologista sempre que apresente:
- Desgaste assimétrico do calçado
- “Altos”, inchaço, inflamação em qualquer parte do pé
- Dor nos pés ou pernas
- Alterações no caminhar, tropeçar e cair com frequência
- Apresente alterações nas unhas e pele

Dr. André Azevedo
Clínica de Podologia - Podomed®

  2009-09-21 in: Jornal Opinião Publica
 » Voltar à página anterior


                   Unidades Clínicas  |   Profissionais  |   Especialidades  |   Consultas  |   Contactos  |  Links úteis  |   Mapa do site webdesign